• Sara Brunelli

Roupa com brilho: vale a pena ou não?

Que paetê, lurex e tudo o que brilha está em alta a gente já sabe, mas como descobrir se vale a pena ou não comprar?


Como vocês já devem saber, eu não sou a favor do "não compra" ou "só compra se for usar muito depois". Acredito que cada roupa tem uma função, significado e, desde que você faça uma compra consciente tá tudo certo!


Pensando nisso, separei algumas perguntas para você entender se essa tal roupa com brilho faz sentido pra você agora ou não.


Eu já tenho alguma peça assim no guarda-roupa?

Uma peça com brilho é uma peça marcante, né? Se você já tiver uma pode ter aquela sensação maior de estar sendo repetitiva na hora de montar os looks. Priorize, então, uma peça diferente: se já tem vestido, pense numa calça. Se já tem uma cinza, que tal uma colorida? Leve em conta também se você usa bastante essa peça que já existe no seu guarda-roupa. Se ela fica só em ocasiões especiais, por exemplo, talvez não compense adquirir outra agora (ou compense adquirir uma que você vá conseguir usar mais vezes).


O importante é saber o espaço que essa peça ocupa: ela tá ali ocupando espaço ou ela cumpre a função, mesmo que só em determinados momentos?


Eu tenho ocasiões para ir com essa roupa?

Agora que "tá todo mundo usando" você pode até se sentir mais confortável para ir em vários lugares. Mas e depois que a febre passar, você seguraria a peça durante o dia, por exemplo, ou seria exclusiva de festas? Principalmente se você quiser uma peça separada, como blusa ou short - que na teoria é bem mais fácil de usar no dia a dia do que um vestido com brilho - você precisa segurar esse uso.


Eu sei, é difícil responder isso agora: ninguém prevê o futuro. Mas olhar para o seu estilo como um todo pode ajudar. Analise se o seu estilo é básico ou não, se chamar atenção é algo que te incomoda, se você tem peças que combinariam com ela no guarda-roupa... tudo isso ajuda.


Eu sempre uso tendências para me sentir pertencendo?

Se você já tem um histórico de comprar tendências e se arrepender depois pode ser mais interessante investir numa consultoria de estilo, por exemplo, para mudar esse cenário antes de investir em roupas novas. É só clicar aqui que você confere todos os detalhes das nossas consultorias. Pensar assim é importante para não comprar por impulso não só a roupa com brilho, mas várias futuras tendências que vão te fazer pensar se você deve ou não.


Entender o seu estilo e traçar padrões de comportamento são ações importantíssimas para você poupar grana, ter um guarda-roupa que funciona melhor e se sentir uma pessoa bem vestida e confortável com a própria imagem.


O brilho precisa ser na roupa?

Se você caiu de paraquedas nesse mundo do brilho e realmente não sabe o que pensar sobre mas quer testar, pense em acessórios. Um cinto com brilho, um brinco, uma bolsa. Se você gostar da sensação que essa peça te traz já é um sinal de que a roupa poderia ser uma boa escolha.


Antes de pensar "quero um short de paetê" é importante pensar o que isso significaria no seu guarda-roupa. E aí não tem regra: pode ser um complemento do que já existe, algo que te desafie, uma aposta arriscada ou uma aposta vinda de uma vontade de tempos. A chave, então, é racionalizar essa escolha para potencializar a chance de acerto.



Decidi comprar. E agora?


  1. Verifique se a peça é de qualidade, como é o brilho, o paetê. Se possível, teste como esse brilho fica na luz artificial e natural.

  2. Aproveite para investir em modelagens menos óbvias (para além de saia e blusa, que é o que a gente sempre viu bastante). Tem muito short e blazer disponível, por exemplo, que pode ser mais difícil de achar depois.

  3. Se joga nas referências! Sempre tem algo não-óbvio e que pode ajudar muito!

  4. Pense no styling dessa peça. Uma saia de paetê pode ser usada com uma camisa colocada pra dentro, deixando toda a saia a mostra (e criando ainda mais destaque pra ela) ou com uma camisa maior e mais larga, solta em cima da saia, mostrando só a barra e sendo uma informação de moda - mas não muito destacada. São duas propostas em uma peça só e entender isso te dá abertura para aproveitar melhor essa compra.

Imagens retiradas do Pinterest.


No fim das contas a única regra válida é essa: esteja feliz & confortável com a sua escolha. Se sentir que é a hora (e puder) vai fundo! Mas se não for o momento, relaxa e aproveita aquilo que você realmente gosta. Lembre-se que estilo não depende de uma tendência. Com brilho ou sem brilho você sempre pode brilhar muito por aí (ai gente, desculpe, mas eu precisava dessa haha).


Obrigada pela leitura e beijos pra quem é de beijos :)